O FATES PROMOVE O BEM-ESTAR DE ASSOCIADOS E DEPENDENTES NA CECREMEF

Logotipo CECREMEF Corel 10

Logotipo CECREMEF jpg

A CECREMEF – CECM dos Empregados de Furnas e das Demais Empresas do Sistema Eletrobrás tem Sede no Rio de Janeiro, mas atua em todas as localidades onde Furnas e a Eletronuclear têm instalações. Sua política de promoção do bem-estar social de seus associados e familiares é muito arrojada e conta há décadas com os recursos do Fundo de Assistência Técnica Educacional e Social.

Até recentemente, seu Estatuto destinava 30% da Sobra Bruta para o FATES, e tradicionalmente a AGO aumentava essa dotação com parte da Sobra Líquida.

Essa verba patrocina ou subvenciona diversos programas de qualidade de vida com duas vertentes principais: uma com foco na educação como elemento de transformação permanente; e outra que considera a alegria um bem de primeira necessidade.

Os principais programas sociais que têm sido promovidos ininterruptamente há quase de duas décadas são:

Grupo de Ginástica Rítmica nas vilas residenciais da Usina Nuclear de Angra dos Reis, que conta com equipes de atletas com diferentes graus de desenvolvimento do esporte, entre 10 e 17 anos. Anualmente participam do projeto em média 90 atletas, e o tempo médio de permanência no grupo é de cinco anos.

Foto Ginástica Rítmica

Escolinha de Judô nas vilas residenciais das Usinas Hidrelétricas de Mascarenhas de Morais e de Estreito, atendendo a aproximadamente 90 jovens atletas por ano.

Foto Grupo Judô

Banda Musical na vila residencial da Usina Hidrelétrica de Furnas, numa parceria com a própria empresa, que conta com 45 jovens músicos regidos por um associado voluntário.

Foto Banda de Música

Curso de Pintura em Tela na vila residencial de Estreito, que tem revelado talentos entre os quase 50 alunos – desde jovens até operadores de usina.

Curso de Orçamento Familiar, ministrado há cerca de 15 anos em parceria com a empresa e com a Caixa de Assistência dos Empregados de Furnas e da Eletronuclear, oferecendo subsídios para o equilíbrio das contas domésticas a cerca de 120 associados por ano.

Foto Curso Orçamento Familiar

A Colônia Cultural leva cerca de 60 crianças do Rio de Janeiro para conhecer lugares importantes na história e a cultura da sua cidade, acompanhadas por uma historiadora e um educador.

Projeto J@hΣh!, um programa de educação continuada que visa formar em jovens filhos de associados a consciência e a cultura do cooperativismo, a partir de um grupo inicial de 50 crianças e adolescentes.

Foto Projeto Jaheh

O Bazar de Natal, realizado há 25 anos, proporciona a valorização do trabalho artesanal de cerca de 50 associados e dependentes, e geração de renda extra.

Foto Bazar de Natal

Ainda com os recursos do FATES são subvencionados Passeios, Excursões e Eventos de Confraternização dos quais participam cerca de 3.500 associados todos os anos. Nos eventos de final de ano, a Cooperativa patrocina uma verba única para cada associado, enviada aos Representantes nas Áreas Regionais, para que promovam encontros de confraternização. Nas Excursões e Passeios, o FATES é usado para parcelar o custo, sem juros para o associado.

Foto Confraternização de Natal

Foto Excursões

O Empréstimo de Material Ortopédico (também adquirido através do FATES), disponibiliza cadeiras de rodas, botas ortopédicas, muletas e outros materiais de uso eventual a cerca de 80 associados todos os anos.

O Serviço Social coordena todas estas atividades, além de dar atendimento individual a associados e familiares que estejam atravessando dificuldades passageiras. Cerca de 10% de todos os empréstimos concedidos pela CECREMEF, anualmente, são parte de processos de recuperação do equilíbrio financeiro familiar, realizados pelas profissionais deste setor.

Quando a CECREMEF teve que realizar um prejuízo de mais de R$ 16 milhões, devido à auto-liquidação do Sicoob Central do Rio de Janeiro, em junho de 2005, nenhum desses programas sociais foi interrompido. No primeiro ano, utilizou-se o saldo do FATES do exercício corrente, e no exercício seguinte, a Cooperativa teve a maior sobra de sua história. Graças à confiança dos associados, que mantiveram suas operações na CECREMEF, o FATES voltou a receber verbas para dar continuidade a estes programas.

Na Assembléia Geral Ordinária de 2008, foi aprovada por unanimidade uma verba de R$ 100 mil para plantar uma muda de árvore por associado em áreas desmatadas. O Projeto Bosque da CECREMEF vai recuperar cerca de 120.000 m2 de área degradada, na região de Mambucaba, em Angra dos Reis, com a formação e manutenção de um bosque com mudas nativas da Mata Atlântica. O Bosque da CECREMEF também será um espaço franqueado para atividades de Lazer e para projetos de Educação Ambiental voltados para os associados e moradores das comunidades vizinhas.

Foto Projeto Ecológico em Angra -1

Foto Projeto ecológico em Angra - 2